Blog MLPro

Como verificar a disponibilidade de recursos no PWA

Leandro Lima e Nathalia Souza
15/06/2022
Como verificar a disponibilidade de recursos no PWA

Uma das principais preocupações do gerente de projetos é saber se o recurso desejado estará disponível ou não para executar determinada tarefa em uma data específica e pelo período necessário para sua conclusão.

Logo, é extremamente importante entender como consultar a disponibilidade de cada recurso, a fim de equilibrar as cargas de trabalho, realizar a revisão da eficiência e evitar riscos com a fácil a identificação do impacto que determinada indisponibilidade pode causar em cada etapa do projeto.

Passo a passo para consultar a disponibilidade de recursos no Project Online

Para o gerente de projetos encontrar informações dos recursos e exibir um gráfico e tabela de suas disponibilidades, basta acessar o Project Online e seguir os seguintes passos:

  1. No Project Online, vá até “Recursos” no menu do lado esquerdo.

  2. Recursos menu
  3. Em seguida, selecione Recursos, localizado no canto superior esquerdo.

  4. Recursos menu
  5. Selecione o nome do recurso que você deseja consultar as informações de disponibilidade.

  6. Nome do Recurso

    Obs.: Você consegue selecionar mais de um recurso e obter a visualização. Porém, é necessário se atentar que a capacidade irá considerar a quantidade de recursos selecionados! Exemplo: 2 recursos de 8h, total = 16h.

  7. Selecione a opção “Planejamento de Capacidade” na guia de Recursos > seção Navegar, localizado no canto superior direito.

  8. Planejamento de capacitade
  9. Feito isso, será exibido um gráfico com a capacidade e disponibilidade do recurso selecionado.

    • O Gráfico de Recursos mostra a carga de trabalho e disponibilidade de um recurso individual. Esse modo de exibição permite a fácil visualização de superalocação ou subalocação do recurso em determinado período.

    Login no Tenant

    Neste caso, o gráfico exibe a capacidade de 8 horas pois a capacidade é baseada no calendário criado para o Projeto.

    • Abaixo do gráfico é exibida a tabela de Detalhes, onde contém as informações de capacidade e disponibilidade do recurso.

    Login no Tenant
    • Para verificar os detalhes sobre em quais projetos o recurso já tem horas alocadas, basta clicar em “Atribuições de Projeto”.

    Login no Tenant
  10. Caso seja necessário, o gerente de projetos pode alterar o intervalo de datas que deseja consultar clicando em “Definir Intervalo de Data”.

  11. Login no Tenant

    E então, será exibida uma tela para definir o intervalo de datas desejado.

    Login no Tenant

    É so clicar em "Ok" e pronto.

    Este são os relatórios nativos oferecidos pelo PWA para ajudar na verificação da disponibilidade dos recursos. Entretanto, a MLPro também pode gerar relatórios adicionais e personalizados com ampla e fácil visualização das informações dos recursos! Segue exemplos abaixo:

  • Análise de Capacidade
    • Análise de Demanda

    No relatório de Análise de Capacidade, você possui uma ampla visão em relação a análise de disponibilidade, alocação e capacidade dos recursos.

Análise de Capacidade
  • Dashboard de Recursos
    • Minha Linha do Tempo

    Na linha do tempo você consegue filtrar o ano / departamento / recurso e escolher o tipo de visualização (ano / mês / semana / dias) para verificar a disponibilidade.

Análise de Capacidade

    • Atribuições dos Recursos

    Essa página permite a visualização de gráficos de Esforço (Horas) por Recurso, Projetos e Esforço Concluído/Restante por Gerente de Projeto.

Análise de Capacidade

Pronto! Agora você já sabe as formas de verificação de disponibilidade dos recursos e pode alocar os recursos nos seus projetos!

Quais opções de licença do Power BI e suas diferenças

Leandro Lima e Nathalia Souza
31/05/2022
Quais opções de licença do Power BI e suas diferenças

O Power BI conta com quatro tipos de licença por usuário, sendo elas a Gratuita, Pro, Premium por usuário e Premium por capacidade.

A licença que o usuário vai escolher depende do local que o conteúdo pode ser armazenado, a forma que ele interage com os aplicativos e a necessidade do uso de determinados recursos. O local em que o conteúdo pode ser armazenado é determinado pelo tipo de licença da sua organização.

Obs.: O serviço sempre fornece os mesmos recursos do que as licenças anteriores a que você possui, porém com mais permissões e recursos. Além disso, também é possível possuir mais de uma licença ao mesmo tempo.

Tipos de licença

Em todos os tipos de licença, é preciso fazer um registro com uma conta corporativa ou estudante para começar a usufruir o Power BI. Sendo elas:

  1. Power BI Desktop (Gratuito)
  2. Um usuário com uma licença gratuita só pode usar o serviço do Power BI para se conectar a dados e criar relatórios e dashboards no Meu Workspace. Ou seja, não é possível compartilhar os seus relatórios com outras pessoas de forma privada e segura.

    Ela permite:

    • Publicar no Serviço (portal): É possível publicar as suas publicações feitas no Desktop nos serviços.
    • Taxa de atualização: Realiza até 8 atualizações automáticas dos seus relatórios por dia.
    • Publicar na web: Você consegue gerar um link público do seu relatório, que pode ser enviado para qualquer pessoa. Entretanto, quando publicado os dados acabam sendo expostos, pois qualquer pessoa que obtém o link conseguir acessar.
    • Gráficos: : Permite criar gráficos e visuais que representam os dados.
    • Conectar os dados: Permite conectar e importar dados de mais de 70 fontes locais e baseadas na nuvem.
    • Power BI Desktop e o Power Query Editor: Permite utilizar o Power BI local para conectar suas fontes, dados e transformá-los.
    • Relatórios e Dashboards: Permite a criação de relatórios e Dashboards interativos.
    • Entretanto, essa licença acaba requisitando atualização por ser muito limitada. Pois ela não permite o compartilhamento de relatórios (apenas gerando um link na web, onde qualquer um pode acessar), não oferece aplicativos no workspace, incorporação de API, entre outros.

  3. Power BI Pro
  4. Possui todas as funcionalidades da licença gratuita, mas com algumas diferenças:

    • Aplicativos: Os aplicativos são onde as pessoas conseguem acessar seus relatórios. A licença Premium oferece mais aplicativos para caso tenha muitos usuários na empresa, simplificando o compartilhamento de relatórios com a biblioteca de aplicativos.
    • Publicar + workspaces: Além de publicar seus relatórios, é possível armazená-los e organizá-los em outros workspaces, que seriam as áreas de trabalho. Dessa forma, você consegue compartilhar seus relatórios de uma forma que não seja pública e exponha seus dados.
    • Compartilhamentos: Permite compartilhar e assinar relatórios e dashboards com usuários que possuam a licença Pro.
    • Acesso a Dataflows (Power Query Online): Você consegue captar base de dados no próprio serviço do Power BI, não necessariamente no Desktop mas sim na nuvem.
    • Integração: Permite integração com outros aplicativos como Teams, PowerApps, Sharepoint, e com outras soluções Microsoft (Azure Data Services).
    • Taxa de atualização: Realiza até 8 atualizações automáticas dos seus relatórios por dia.

    O valor dessa licença mensal é de R$64 Reais por usuário.

  5. Power BI Premium
  6. Existem dois tipos de Power BI Premium, sendo eles:

    Power BI Premium por usuário

    A licença do Premium por usuário permite que conteúdos gerados por usuários Premium só poderão ser compartilhados com outros usuários que também tenham uma licença Premium, a não ser que esse conteúdo seja especificamente colocado em um workspace hospedado em uma capacidade Premium.

    Ele oferece os mesmos recursos do que o Power BI Pro, porém possui 100TB de armazenamento por usuário (que no Pro são 10GB).

    Além disso, as diferenças dele para o Pro incluem:

    • Fluxos de dados (consulta direta, entidades vinculadas e computadas, mecanismo de computação aprimorado).
    • Acelera o acesso a insights com IA avançada (análise de texto, detecção de imagem, aprendizado de máquina automatizado).
    • Relatórios paginados (RDL).
    • Conectividade de leitura/gravação de ponto de extremidade XMLA.
    • Gerenciamento do ciclo de vida de aplicativos.
    • Realiza até 48 atualizações por dia.

    O valor dessa licença mensal é de R$128 Reais por usuário.

    Power BI por capacidade

    A grande diferença dele para as outras licenças, é que ele permite o consumo e compartilhamento de relatórios e dashboards sem a necessidade de uma licença por usuário.

    Outras diferenças:

    • Relatórios locais com o Power BI Report Server.
    • Gerenciamento de implantação em várias regiões.
    • BYOK (Bring your own key) ou seja, controle das chaves usadas na nuvem para manter seus dados seguros.
    • Disponibilidade do complemento de dimensionamento automático.

    O valor dessa licença mensal é de R$31.960,20 Reais por capacidade.

Para que você entenda melhor como o Power BI Premium atua e o seu diferencial, veja a tabela de comparação dos tipos de licença sem ser na capacidade Premium e na capacidade Premium:

Tipo de licença Não na capacidade Premium Capacidade Premium
Gratuito Use como uma área restrita pessoal, na qual você cria conteúdo para si mesmo e interage com esse conteúdo. A licença gratuita é uma ótima maneira de experimentar o serviço do Power BI. Você não pode consumir conteúdo de outra pessoa ou compartilhar seu conteúdo com outras pessoas. Interaja com conteúdo atribuído à capacidade Premium e compartilhado com você. Os usuários Gratuitos, Premium por usuário e Pro podem colaborar sem precisar que os usuários gratuitos tenham contas Pro.
Pro Colabore com usuários Premium por usuário e Pro, criando e compartilhando conteúdo. Colabore com usuários gratuitos, Premium por usuário e Pro, criando e compartilhando conteúdo.

Ou seja, um usuário com uma licença gratuita, por exemplo, só pode compartilhar conteúdo com outras pessoas e publicar conteúdo em outros workspaces, se estiver com a capacidade Premium. E, os usuários do Power BI Pro, por exemplo, podem distribuir conteúdo a usuários que não têm uma licença do Power BI Pro.

Qual a diferença entre empresa baseada em Projetos e baseada em Produtos?

Leandro Lima e Nathalia Souza
15/05/2022
Project for Office 365 vs Project Plan 3

Cada organização se enquadra em uma categoria que a define de acordo com o que ela oferece aos seus clientes e como é fornecido. São as categorias: empresa baseada em produto ou empresa baseada em projeto.

Uma empresa baseada em produto trata-se de uma organização que oferece determinado produto ou serviço, sendo a solução de um problema, como fornecer reparo de determinado produto, por exemplo.

uma empresa baseada em projetos, são aquelas que criam uma solução baseada em um conjunto de produtos e a vende como um pacote de soluções. Esse tipo de organização geralmente enfrenta mais desafios e dificuldades por possuírem mais complexidade ou precisarem gerenciar mão de obra e obter mais recursos.

Os desafios de uma empresa baseada em projetos

Ao contrário das organizações baseadas em produtos e serviços, esse tipo de organização geralmente possuem um processo mais longo e com mais etapas. Logo, acabam enfrentando mais desafios, riscos e problemas. Sendo alguns deles:

  • Desenvolver escopo e orçamento: Identificar e desenvolver o escopo do projeto e realizar um orçamento/precificação dos serviços de forma justa e competitiva, baseado nos preços do mercado atual.
  • Dividir tarefas e alinhar a equipe: A forma em que o projeto é gerenciado e passado para a equipe responsável por cada etapa. Ou seja, dividir as tarefas e garantir que todos estejam alinhados e acompanhem o andamento do projeto.
  • Seguir o cronograma: Seguir o cronograma e cumprir com ele, de forma que todos estejam acompanhando e independente das interferências. Como por exemplo problemas com materiais, equipamentos, orçamentos, recursos, entre outros riscos.
  • Alinhar o time, projetos e recursos: Combinar os recursos certos com os projetos certos e organizar o time de forma que todos estejam cientes de todas as etapas do projeto. Assim, caso haja algum problema, a resolução será muito mais rápida e eficaz.
  • Preparação para possíveis riscos e alinhamento com o cliente: As mudanças do cliente dificultam a execução dos planos. Dessa forma, é preciso estar preparado para possíveis alterações e quais serão os próximos passos a partir dessa decisão (incluindo pagamentos).
  • Os principais desafios incluem:

    • Gerenciar as mudanças de escopo dos clientes
    • Controlar o progresso e o valor acumulado

Quais as principais diferenças entre esses tipos de empresas?

Cada uma delas possui pontos específicos, dependendo daquilo que a organização oferece e de como é o processo de venda até a entrega ao seu cliente.

  • Uma empresa trabalha com a venda de X produto (produtos).
  • Outra oferece serviços de reparo para X produtos (produtos & serviços).
  • Outra empresa constrói a infraestrutura onde serão utilizados X produtos (projetos).

Ou seja, apesar das empresas ligadas ao mesmo produto possuírem o mesmo foco, elas atendem a necessidades diferentes. A compra de um produto ou serviço possui um processo até chegar ao cliente, já quando se trata de um projeto, o processo é muito mais longo, podendo levar meses ou até anos para ser entregue/concluído.

  • Exemplo: Softwares de computador.

Neste caso, a empresa baseada em produtos vende um software predefinido, ou seja, um software específico que seja voltado para alguma área, setor ou tarefa. (Ex: Um software com foco em contabilidade, produtividade, colaboração, organização, planejamento, entre outros). Já uma empresa baseada em projetos irá trabalhar com o cliente e identificar suas necessidades e requisitos, a fim de criar/desenvolver um software personalizado voltado para uma organização específica.

Portanto, cada uma delas oferece uma coisa e possuem suas características.

Agora você já sabe a diferença entre esses dois tipos de empresa e em qual a sua se encaixa! Gostou do nosso artigo? Leia mais e acompanhe nosso blog.

Project Server

Novidades e dicas relacionadas ao Microsoft Project Online e Project Server.

Posts:
2024
Janeiro
2023
Dezembro
Novembro
Setembro
Agosto
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2022
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2021
Dezembro
Novembro
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2020
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2019
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
2015
Setembro
Julho
Maio
Janeiro
2014
Outubro
Setembro
Agosto
Junho
Abril
Março
Fevereiro

31 de agosto de 2022


Como Gerenciar Problemas no Project Online

Leandro Lima, Nathalia Souza e Ricardo Sabino.
15/09/2022

Relatórios de status do projeto automáticos por e-mail

É natural que uma empresa tenha que lidar com problemas e imprevistos. Logo, registrá-los é uma tarefa essencial para manter todos os envolvidos no projeto cientes da situação atual e garantir a resolução do problema o mais rápido possível, evitando comprometer o andamento e prazo do projeto. No nosso último artigo falamos sobre como gerenciar riscos no Project Online. Porém, e quando o risco realmente acontece ou quando um problema inesperado surge, o que fazer? Neste artigo iremos ensinar como cadastrar e gerenciar os problemas do seu projeto no Project Online.

O PWA disponibiliza uma lista nativa de problemas dentro do site do projeto (Sharepoint) para o registro e monitoramento dos problemas. Além disso, a MLPro oferece relatórios personalizados possibilitando melhor visualização das informações com gráficos e de forma mais dinâmica, sendo fundamentais para um gerenciamento mais eficiente e um projeto de sucesso.

A origem dos problemas

Quando já havia um risco cadastrado: Um problema pode ser criado a partir de um risco já identificado e cadastrado anteriormente. Quando o risco acontece, é necessário fechá-lo e cadastrá-lo como um novo problema. A grande diferença neste caso é que provavelmente ele já possui um plano de ação e vai ser solucionado mais rápido, já que não será uma surpresa e os colaboradores do projeto já haviam previsto a possibilidade de acontecer.

Quando não havia um risco cadastrado: Nem todo problema pode ter sido identificado anteriormente como um risco e cadastrado com antecedência. Ele pode acontecer sem previsões e neste caso, o problema deve ser cadastrado e os colaboradores devem definir se ele é grave e qual o impacto gera sobre o projeto, para então desenvolver um plano de ação adequado.

Como registrar e gerenciar os problemas no Project Online

Para registrar os riscos:

Entre na Central de Projetos > Site do Projeto. Nessa tela, você consegue ter uma breve visualização de quantos problemas estão cadastrados no projeto e quantos deles estão em aberto.


A implantação do PPM Easy - azul


Ao clicar em “Problemas” no Menu lateral, irá aparecer todos os problemas cadastrados no seu projeto. Para criar um, clique em “Novo Item”.


Problemas


Em seguida, a tela para cadastro do problema irá abrir, basta preencher conforme as características do problema.



Problemas - novo item

Plano de ação: O problema pode ter um plano de ação já cadastrado ou não. Se não houver, é recomendado que a equipe se reúna e para o desenvolvimento de um plano ideal para este problema, dependendo do seu nível de gravidade.

Relatórios da MLPro para gestão de problemas
Dashboard Easy

Esse relatório permite uma ótima visualização dos problemas em seus projetos, sendo eles: atrasados, em andamento, resolvidos, cancelados, abertos ou fechados. É extremamente útil pois os números e gráficos ajudam a identificar se o andamento do projeto e as ações para eliminar ou mitigar estes problemas estão sendo efetivas, tudo com uma visão em nível gerencial.


Dashboard portfólio easy


Dashboard de Projetos
Esse relatório mostra todos os seus projetos (podendo selecionar apenas um para visualização) com colunas como a de “problemas” que contém símbolos representando se há problema e se ele está ativo atrasado ou dentro do prazo, facilitando também a visualização de como está o andamento do projeto de forma geral.



Dashboard projetos


E-mail automatizado de Relatório de Status do Projeto
A MLPro desenvolveu um relatório que é enviado por e-mail de forma automatizada e permite a visualização de todos os pontos importantes do seu projeto. No quadro de “Problemas em Aberto” por exemplo, há a descrição dos problemas existentes. Isso além de possibilitar fácil visualização, é extremamente útil para manter os envolvidos sempre cientes de como está o projeto, e o melhor, sem que eles precisem consultar manualmente no Sharepoint.


Relatório de status de projetos

Lembre-se que um bom gerente de projetos deve realizar um bom gerenciamento de problemas! Em caso de dúvidas ou interesse, entre em contato com a MLPro preenchendo o formulário de 1º contato.